terça-feira, setembro 25, 2007

O Egoísmo


Fundamentalmente, o egoísmo, é o sentimento do interesse pessoal, que alheio aos interesses dos outros, só a sua satisfação conta. Proveniente do instinto, pode ser astuto e sagaz, mas nunca inteligente.

Como a Evolução ainda não foi suficiente para superar o instinto, o egoísmo tende acrescer com a civilização, que o excita de tal forma, que quanto maior for, mais hediondo é o seu efeito.

De todas as imperfeições humanas, o egoísmo é a mais difícil de desenraizar, porque deriva da matéria, influência de que o homem, ainda muito próximo da sua origem, não pode libertar-se e para cuja manutenção tudo concorre à sua volta. Fenelon.

O egoísmo é a fonte de todos os vícios, como a caridade é de todas as virtudes.
Destruir um e desenvolver a outra, deveria ser o alvo de todos os esforços do homem, mas tarefa impossível, quando só o egoísmo o norteia e ignora por completo o significado da outra.

O egoísmo corrói a sociedade, é como uma doença contagiosa, de que poucos se livram do contágio. Perante o egoísmo dos outros, por vezes, a sua única defesa é ser egoísta também, acabando por ser o egoísmo a nortear, maioritariamente, as relações entre os homens.

O homem desejar ser feliz, é uma legítima pretensão, só que o seu conceito de felicidade, reside na satisfação dos seus desejos, em que uma voraz pretensão, o torna insaciável. Ainda um não está satisfeito, já outro se perfila no horizonte.

Se a obsessão pela satisfação dos desejos, motiva o aparecimento da cupidez, da inveja, do ciúme e do ódio, o predomínio do instinto, guia o seu comportamento e, a sua razão e discernimento, forjam-lhe um carácter baseado nas mais fortes sensações.

Lentamente, o ego, passou a ser o elemento básico para a sobrevivência da sua consciência de ser, exteriorizando-se na personalidade onde o orgulho e a arrogância são as sus características.

Enquanto nos demoramos nas teias da animalidade, costumamos centralizar a vida na concha do egoísmo. Kant

Sendo o egoísmo, o fundamento do comportamento humano, é difícil conseguir desalojá-lo, contudo, à medida que o homem se abre à espiritualidade, menos valor têm as coisas materiais e, a verdadeira felicidade vem ao encontro dele.

12 Comments:

Blogger isabel mendes ferreira said...

ou egocentrismo?

______________
porém a Compaixão.
essa sim. ensina que se deve duvidar do que aparenta ser e não é. o benefício da dúvida é o primeiro caminho para o que está para lá das aparências.
________________
porém a generosidade.

vir do escuro para o claro. do fundo para a superfície.____________
assertivo post, Augusto.


um abraço.

(e parabéns...)

11:34 da manhã  
Blogger isabel mendes ferreira said...

parabéns pelo "prémio".

que tem tudo a ver com a caminhada que tens vindo a fazer!

11:36 da manhã  
Blogger Peter said...

Augusto

Como escrevi no meu blog, já aqui tinha estado a ler o teu artigo.
Nem de propósito, tanto o teor do mesmo, como a "compaixão", salientada pela Isabel Mendes Ferreira, têm a ver com a actuação (negativa) da TVI.

Abraço

11:46 da manhã  
Blogger Diogo said...

Augusto,

A propósito de egoísmo, arrogância e desumanidade absoluta – vê este documentário. Mudou a minha forma de compreender o mundo:

The Money Masters - How International Bankers Gained Control of America

Um abraço

7:01 da tarde  
Blogger Carmem L Vilanova said...

Amigo Augusto... para mim este pensamento diz tudo:
"De todas as imperfeições humanas, o egoísmo é a mais difícil de desenraizar, porque deriva da matéria, influência de que o homem, ainda muito próximo da sua origem, não pode libertar-se e para cuja manutenção tudo concorre à sua volta."
Realmente admirável a tua capacidade de falar de assuntos tao intrigantes... de forma tao real, verdadeira, e sincera...
Beijos, flores e muitos sorrisos para ti!

11:34 da tarde  
Blogger contradicoes said...

O egoísmo está patente
no dia a dia das pessoas
é um mal de muita gente
que se julgam muito boas

Um abraço do Raul

8:04 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

e cada vez parece mais difícil desalojar o egoísmo.
Deixo-te beijinhos e desejo-te um fim de semana calmo, alegre, pacífico...

4:57 da tarde  
Blogger Ashera said...

Boa tarde amigo
Subscrevo inteiramente!
Há ainda a possibilidade de cada um verificar esse defeito em Si Proprio e corrigi-lo!
Só dando se recebe,, até chegar a essa espiritualidade há sempre um longo caminho a percorrer , e, n verdade nem todos chegam ao inicio dessa estrada, pelo contrario, tendem a desviar-se dela.
Obrigada pelo excelente texto
Beijos

8:28 da tarde  
Blogger Ulysses said...

Ai está um sentimento do qual ninguém pode desculpar-se de não possuir.

10:27 da tarde  
Blogger Kalinka said...

OLÁ AUGUSTO
hoje venho pedir desculpas, pela minha longa ausência neste seu belo espaço; não tenho estado bem; há sempre um motivo meu Amigo, deve saber que adoro estar neste Mundo de blogs, só mesmo não podendo é que me afasto; hoje consegui uma aberta e cá estou.
Cheguei à letra F - Como não tenho tido tempo para me dedicar ao blog, (nem à visita aos vossos blogues...) como eu gostaria, devido a vários problemas tanto da minha saúde, como da saúde de familiares meus, esta letra teve tempo para ser muito pesquisada e pensada, então, existem muitas palavras iniciadas pela letra F, que gostaria de fazer referência, daí que vou dividir a letra F em 2 posts, só num ficaria demasiado longo. F de FOFOCA - você sabia que…??? esta expressão antecede quase sempre uma.
Abraços.
HUUUMMMM...falar de egoísmo!!!
Dá pano para mangas e compridas, é um sentimento terrível e no nosso dia a dia está cada vez mais presente, infelizmente.

6:18 da tarde  
Blogger Å®t Øf £övë said...

Augusto,
Muitas vezes somos tentados pelas mais diversas ambições ou impulsos egocêntricos, por isso a tarefa que temos pela frente, é saber ser cada vez menos egoístas, combatendo esses mesmos vícios egocêntricos que nos moldam. Temos que assumir a nossa verdadeira identidade, a de sermos seres vocacionados para o egoísmo...
E realmente se há coisa que não eu sou, é egoista.
Abraço.

9:35 da tarde  
Blogger =-Karlo-= said...

Olá,
Pesquisei sobre egoísmo no google e encontrei teu blog. Gostei dos textos.
Tenho, desde 2005, uma comunidade no orkut chamada "campanha desEGOíste-se":
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=3157163
Se quiser participar e divulgar seus textos por lá também, seria ótimo para enriquecer mais o espaço.
Desde já peço a sua licença, pois vou publicar trechos deste texto sobre egoísmo (colocando os créditos e o link de seu blog pra quem quiser visitar).
Abraço.

3:39 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home