sexta-feira, maio 26, 2006


O legado

Interrogo-me muitas vezes sobre o porquê de necessitarmos que aconteça uma tragédia, para manifestarmos o nosso lado fraterno, que todos temos mas que teimosamente persistimos em esconder.

Continuo a interrogar-me porque fazemos tanta questão em o manter escondido, como se fosse alguma coisa de que devesse-mos envergonhar.

Continuo a interrogar-me, sendo a fraternidade, a amizade e a solidariedade, o sal que dá paladar à vida, porque não o tornamos indispensável no nosso quotidiano. A vida seria mais saborosa, e quanto melhor souber melhor é digerida.

A partida do nosso amigo Fernando Bizarro, prefiro chamar-lhe partida, pois a partida deixa um vazio que podemos preencher com a saudade, foi o acontecer da magia, como ele gostaria de lhe chamar, que propiciou o aparecimento de uma tão grande manifestação de amizade.

O Fernando pela sua postura perante a vida, sem dúvida que a merecia, mas foi muito mais do que isso, foi a partilha do sentimento de perda que se tornou na corrente que uniu os que com ele partilhavam a blogoesfera.

Os desencontros, as divergências e as picardias foram esquecidos para darem lugar aos afectos, e todos os afectos se reuniram em volta dele.

Esta manifestação de amizade é a prova de quanto pode ser generosa e afectuosa a Blogoesfera, ainda que infelizmente seja uma bela com se não, por algum negrume que a trespassa, que para nada mais serve do que realçar o seu lado belo.

E digo belo porquê? Haverá alguma coisa mais bela do que a amizade? Fernando era um amigo, não é preciso lembrá-lo, conseguiu catalisar nele o sentimento da estima e do respeito. Homem de causas também o era de afectos.

Evoquemos e honremos a sua memória seguindo o seu exemplo, utilizemos a amizade como modo de estar na vida. A fórmula não é difícil, engolir um pouco do nosso ego, refrear o egoísmo, não acusar sem ouvir a defesa, dialogar e por último ter pelos os outros o respeito que gostamos que tenham por nós.

Eu e o Firmino vamos dar continuidade à equipe, e tudo iremos fazer que esteja ao nosso alcance, para concretizarmos os projectos que partilhávamos com o Fernando.

27 Comments:

Blogger jorge said...

clap! clap! clap!

um abraço para ele na partida,
outro para ti grande na pertinência.

2:26 da manhã  
Blogger Leonoretta said...

ola augusto. conheci o fernando na mesma altura que te conheci. vi a noticia da sua morte no culturalmente, publicada por ti. e... a morte choca sempre.

abraço da leonoreta

9:13 da tarde  
Blogger contradicoes said...

Não esperaria outra reacção que não fosse esta. O Fernando merece embora já na a partilhe, a amizade que irá perpetuar em cada uma de nós. E este post é bem a prova disso. Um abraço do Raul

10:25 da tarde  
Blogger Cecília said...

Acabo de saber o que aconteceu, e quero dar-lhe um abraço pois apercebi-me de que eram amigos.

3:37 da manhã  
Blogger H. Sousa said...

Caro Augusto, gostaria de me inscrever para o jantar do dia 24. É na Associação 25 de Abril?

12:49 da manhã  
Blogger lazuli said...

É verdade, Augusto, de repente vemos o mundo na sua real dimensão, um segundo na imensidão do tempo. O Fernando tinha..e tem..essa magia, era..é..um elo de união.
É preciso continuar e tentar, tentar sempre. Beijos

1:21 da manhã  
Blogger martelo said...

assim transparecia nos seus textos...mesmo para quem o não conheceu pessoalmente.

12:41 da tarde  
Blogger Mendes Ferreira said...

querido A. a minha vida passou.se entre várias e seguidíssimas e importantes mortes...em 2 dias perdi sogros em 2meses pais e alguns amigos especiais...perder doi.me. afoga-me. revolta-me. mas tento perceber. aceitar. e continuar....o Fernando semsibilizou-me por vir de um mundo que eu conheço bem...e tudo isto afinal só para dizer que estou contigo. convosco. para o que for. sempre. desculpa o desabafo...ando um pouco para dentro. beijo. doce.

4:42 da tarde  
Blogger Dad said...

Bravo Augusto e Firmino. A blogosfera certamente agradecerá!

Beijinho,

6:07 da tarde  
Blogger A Sonhadora said...

Olá Augusto, ainda bem que te disponibilizaste, juntamente copm o Firmino, a continuar com a união dos blogueiros...fico mto feliz.
Uma beijoca e obrigada pela passagem pelo meu lugarzinho...
Abraço da sonhadora

12:39 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Então és tu que vais organizar o jantar de dia 24? Venho dizer-te que familiares do Fernando serão 4. Inscreve-me e levo uma amiga. Beijos.

11:33 da manhã  
Blogger dulce said...

Um texto lindo e sincero. Uma fórmula afinal tão fácil de copiar...
Beijos para ti.

4:19 da tarde  
Blogger Mendes Ferreira said...

e lá estarei....espero as indicações....


obrigada. abraço.

6:14 da tarde  
Blogger mar said...

Um abraço para o Fernando.
Um abraço para ti.
Espero poder ir a esse almoço.
Bjs

6:47 da tarde  
Blogger PreDatado said...

Força amigo Augusto. Que o ideal de fraternidade do Fernando continue bem vivo!
Um abraço.

8:14 da tarde  
Blogger Friedrich said...

Caro Augusto eu não fiz nenhum logotipo, limitei-me a anunciar o jantar no único sitio onde de facto ele está, que é no blogue do Zé. Era nisto, de facto, que o Fernando era exímio

Abraços

10:06 da tarde  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Augusto,
Não conhecia pessoalmente o Fernando, apenas trocámos alguma correspondência através de e-mail, mas tinha-o como um Amigo aqui da blogosfera, e é sempre dolorosa a partida de um Amigo, principalmente quando essa partida é efectuada de uma forma irreversível – o seu desaparecimento físico. Então, nada mais nos resta senão honrar a presença da sua memória...
A morte não é o pior de todos os males. É o alívio dos mortais
que estão cansados de sofrer.
Abraço.

10:22 da tarde  
Blogger Passaro Azul said...

Meu amigo, ao tentar encontar de novo as palavras que perdi por completo "naquele dia",venho dizer-lhe que "estou convosco" em todas as acções que vierem a ser feitas para homenagear a memória do nosso comum AMIGO. Aqui deixo, na maior dor, o abraço fraterno que ele nos deixou.

10:31 da manhã  
Blogger lazuli said...

Conta com a minha inscrição, no mínimo. Talvez vá mais 1 pessoa - o meu filho- mas depois confirmo.
Um beijo, Augusto.

3:33 da manhã  
Blogger susana said...

pode contar comigo para o jantar.

9:20 da manhã  
Blogger Dilbert said...

Bom dia Augusto,
Uma série de questões sobre as quais devemos reflectir, é certo.
Aproveito a minha visita aqui para efectuar a minha inscrição no jantar de 24 Junho.
Abraço

12:04 da tarde  
Blogger Peter said...

"Interrogo-me muitas vezes sobre o porquê de necessitarmos que aconteça uma tragédia, para manifestarmos o nosso lado fraterno, que todos temos mas que teimosamente persistimos em esconder."

Também me interrogo, meu caro.

Sentida homenagem que prestas a esse vosso amigo e à qual tb me associei, embora não tendo tido o privilégio de o conhecer pessoalmente.

3:18 da tarde  
Blogger legivel said...

A minha experiência de vida já não permite grandes interrogações filosóficas nesta área; a das relações humanas. O homem é assim (generalizo, claro... )desde tempos imemoriais. E se se procura alguma perfeição do nosso lado fraterno, esperando paulatinamente por uma tragédia, então de pouco vale (a não ser pelo momento)o sacrifício de alguns. É que os espaços entre tragédias não são assim tão curtos. Curta, incomensuravelmente curta, é a nossa memória entre-tragédias. Repito-me; generalizo. Que há excepções, que são os homens bons. Que devem ser apelidados disso mesmo -quando o merecem, em vida.

Abraço.

5:09 da tarde  
Blogger Carlos Barros said...

há...coisas que me "irritam", estas partidas sem aviso prévio, para uma pessoa poder-se despedir...deixam-me uma enorme angustia...

abraço...

quarta lá espero por esse abraço..

até lá

1:47 da tarde  
Blogger Passaro Azul said...

Meu amigo,
como faço para me inscreverem com mais um amigo (novo no mundo da Blogosfera), mas que através de mim, conheceu o "nosso" Fernando?
Eu quero estar presente com todos vós.
O meu abraço carinhoso com um beijo de imensa saudade para a Teresa com quem não consigo comunicar.
Finalmente recomecei a escrever! Transmite-lhe isso, ok?
Estou convosco!

4:11 da tarde  
Blogger Carmem L Vilanova said...

Fico feliz de sabe-lo, querido amigo! Fico feliz que os projetos do nosso amigo nao ficarao esquecidos!
Hoje passo para deixar-te muitos sorrisos para um fim de semana feliz!
Beijos... muitos!

2:30 da manhã  
Blogger Clitie said...

Penso nisso tantas vezes, que só depois das tragédias é que as pessoas se querem unir, pena que por vezes não se dê mais valor à amizade. Há amizades que sobrevivem a tudo.

Um beijinho.

7:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home