domingo, outubro 05, 2008

Um cheiro de ética Kantiana

Se convencionarmos que o egoísmo é o nosso interesse ser mais importante do que o interesse dos outros, teremos o individual a prevalecer perante o colectivo.

Penso que aqui, a racionalidade se perde na irracionalidade, ou seja, prevalecerem os instintos primários de sobrevivência, a parte não evoluída, os resquícios da animalidade que a evolução ainda não sublimou.

Por evolução não podemos tomar somente as alterações físicas ou intelectuais, mas também a evolução das emoções, o que leva o homem a trocar a satisfação que sentia com a barbárie pela satisfação do bem-fazer aos outros.

Assim, teríamos premiado o colectivo em detrimento do individualismo, a humanidade se relacionaria pela valorização e respeito pelo próximo. Outrossim, a humanidade seria altruísta por oposição ao egoísmo.

É o egoísmo que aproxima mais o homem da animalidade, que o coloca num grau menos evolutivo, ainda que os egoístas, julguem o contrário, defendendo o direito de serem egoístas.

O maior problema do egoísta é ser a antítese do altruísta, não havendo estado intermédio. Ou se é uma coisa ou outra, e altruísta é uma infinitésima parte da humanidade, que é apelidada de Santa.

15 Comments:

Blogger AJB - martelo said...

mas, o egoísmo, a idolatria do individual prevalecem...
abç

http://caixadepregos.wordpress.com/

11:27 da tarde  
Blogger Brie said...

Augusto, como defines a diferenca entre egoísta e egocêntrico?
Um grande abraco
Brie (águas de marco)

10:57 da manhã  
Blogger augustoM said...

Caro brie
Tentei dar a resposta no seu blog, mas não consegui.
Egoísta, como digo no texto é aquele que sobrepõem os seus interesses aos interesses dos outros; egocêntrico é aquele que se julga a medida de todas as coisas, e que se certa maneira, também pode ser considerado um egoísmo em relação à Natureza das coisas.
Um abraço. Augusto

10:22 da tarde  
Blogger augustoM said...

Olá martelo

Não sei, mas penso que não.
Um abraço. Augusto

10:25 da tarde  
Blogger Å®t Øf £övë said...

Augusto,
Este é mesmo um dos maiores problemas da humanidade - o egoismo. Se todos conseguissemos ser um pouco mais solidários, o mundo certamente seria melhor, e mais fácil de viver nele.
Abraço.

11:30 da tarde  
Blogger Diogo said...

E que dizer das abelhas? Das formigas? Da quase totalidade dos insectos? Onde é que está a animalidade e a humanidade? O egoísmo versus altruísmo?

1:05 da manhã  
Blogger augustoM said...

Diogo
Boa gostei dessa. Efectivamente a animalidade esbate-se na diferença entre os insectos e humanidade e o egoísmo subtrai o altruísmo.
Um abraço. Augusto

9:41 da tarde  
Blogger Paulo Sempre said...

"(...)É o egoísmo que aproxima mais o homem da animalidade(...)".

Sem dúvida. Mas, infelizmente, é o egoísmo que teima em "incendiar" o quotidiano actual.
Abraço

2:37 da manhã  
Blogger Å®t Øf £övë said...

.....oooO.............
....(....)....Oooo....
.....)../. ...(....)..
.....(_/.......)../...
.............. (_/....
... PASSEI POR .......
.......... AQUI ......
......................

11:02 da tarde  
Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Um egoista quer as coisas para ele próprio sem se preocupar com os outros enquanto o egocêntrico quer que todas as coisas giram à sua volta sem sequer pensar que existem outros !
Beijinhos verdinhos

10:16 da tarde  
Blogger Ulysses said...

O egoísmo faz parte de todos os seres vivos, desde que nascem até que morrem. O gene egoísta explica isso muito bem.
Um abraço

10:21 da tarde  
Blogger isabel mendes ferreira said...

Amigo querido....passo para deixar um beijo. Grato pela companhia sempre atenta.


.


_________________.

9:02 da manhã  
Blogger Diogo said...

Então Augusto? Toca a postar! Também gosto de ver textos de qualidade.

Abraço

10:00 da tarde  
Blogger Å®t Øf £övë said...

Augusto,
Vim deixar-te um hello!!!
Abraço.

10:10 da tarde  
Blogger Maria de Fátima said...

Caríssimo/a
Faria muito gosto em ver-te neste momento que, não sendo só meu, ou por isso, gostava que partilhasses
hoje, daqui a pouco, pelas 19.30 na Livraria Barata em Lisboa o lançamento do livro Jogo dos 22 olhares

Um abraço
Fátima

12:28 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home